Pauta de RC com Dilma inclui pleitos e conjuntura política



Em Brasília, RC revela o que pretende conversar com Dilma: “Conjuntura política está na pauta”

Em Brasília para participar de reunião com a presidente Dilma (PT), o governador reeleito da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) preparou uma pauta recheada de pleitos em prol da continuidade do desenvolvimento dos municípios da Estado, mas também com tópicos que versam sobre a conjuntura política, a continuidade dos Governos federal e estadual, além dos próximos passos a serem dados.

“Vou pedir o apoio da União para que a Paraíba possa celebrar projetos estruturantes, tendo em vista que a Paraíba foi o Estado que mais cresceu, estamos em um momento de confiança e precisamos ser lembrados também no que diz respeito a esses projetos estruturantes”, disse.

Entre as propostas, Coutinho elencou a modernização do Porto de Cabedelo, que carece de um investimento de R$ 400 milhões para a realização da dragagem, o que vai possibilitar a chegada de mais navios.

“É um investimento pequeno para o resultado que irá proporcionar, eu estou falando de R$ 400 milhões para que o Porto se torne fundamental não só para a Paraíba, mas também para o Nordeste”, explicou.

Ricardo disse ainda que também irá negociar com a presidente Dilma a ampliação de um terminal de passageiros no Aeroporto Castro Pinto além de tratar sobre a atual conjuntura política.

“Vamos falar de projetos e investimentos, mas também sobre conjuntura política, a continuidade que o Brasil  está tendo e vai ter a partir do próximo mandato, ela (Dilma) tem competência de pautar isso e estabelecer um novo momento, não só no seu Governo, mas, sobretudo para a história do país”, adiantou.

NO MINISTÉRIO DAS CIDADES

O governador adiantou ainda quais foram os pleitos encaminhados no Ministério das Cidades, durante reunião com o ministro Gilberto Lopes e que contemplam todas as regiões do Estado.

“Foram vários assuntos relacionados ao desenvolvimento da Paraíba, entre eles a questão da moradia no município de Rio Tinto, do Parque Bodocongó em Campina Grande, do viaduto do Geisel em João Pessoa e o saneamento básico no município de Patos, no Sertão do Estado”.

Na ocasião o gestor também questionou a liberação de recursos em atraso e o ministro se comprometeu a colocar todos os recursos em atraso à disposição do Estado para que as obras sejam continuadas.

“Como as gestões, tanto federal quanto estadual, não podem realizar nenhum tipo de contratação nos últimos 120 dias que antecedem o fim do mandato, estamos buscando uma saída para garantir a assinatura de alguns contratos, a exemplo do contrato para a ampliação do saneamento básico em Patos, orçado em cerca de R$ 180 milhões”, destacou.

Ricardo Coutinho garantiu que os pleitos contemplam todas as regiões do Estado em um esforço da administração para trazer o desenvolvimento para a Paraíba. A entrevista de Ricardo Coutinho foi concedida aos jornalistas Napoleão de Castro e Fernanda Nascimento, veiculada no programa Conexão Brasília, da TV Máster.




Márcia Dias/ Henrique Lima

PB Agora

About Alexandre Almeida

0 comentar:

Postar um comentário

obrigado e comente sempre

Tecnologia do Blogger.