Em campanha, Dilma promete que Paraíba sentirá efeitos da transposição em dois anos


Presidente agradeceu o apoio dos eleitores do Nordeste com a expressiva votação recebida nas urnas; candidata declarou que os investimentos crescerão no Nordeste, caso seja reeleita
Eleições | Em 08/10/14 às 21h09, atualizado em 08/10/14 às 23h46 | Por Redação


Rejane Negreiros - TV Correio HD
Presidente Dilma durante coletiva de imprensa
A presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, deu a largada para a campanha do segundo turno nos estados nordestinos do Piauí e Paraíba. Em João Pessoa, capital paraibana, na noite desta quarta-feira (8), participou de comício em uma casa de shows. Ela chegou por volta das 19h ao Aeroporto Castro Pinto, em Bayeux, na região metropolitana, onde concedeu entrevista coletiva à imprensa.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Em suas declarações, Dilma agradeceu o apoio dos eleitores do Nordeste com a expressiva votação recebida nas urnas. Confirmando a parceria com o PMDB e PSB, respectivos partidos do senador eleito José Maranhão e do atual governador Ricardo Coutinho, candidato à reeleição, a presidente citou projetos e declarou que os investimentos crescerão no Nordeste, caso seja reeleita.
Ao ser questionada sobre a transposição das águas do Rio São Francisco, uma das obras de maior relevância para a região, Dilma afirmou que a Paraíba sentirá os efeitos benéficos da iniciativa em cerca de dois anos.
A presidente lembrou suas realizações e questionou a capacidade da candidatura adversária de continuar os projetos sociais que tiveram êxito nos governos Lula e Dilma. “Criamos o Bolsa Família para atender uma realidade que era terrível no Brasil. Primeiro havia fome, depois uma enorme dificuldade das mães criarem seus filhos. Aí vem o candidato adversário e fala que vão fazer melhor. Por que não fizeram antes? Estão falando que vão melhorar o Minha Casa Minha Vida. Como vão melhorar se nunca fizeram? Por que não fizeram antes?”, perguntou a presidenta.

A presidente afirmou ter consciência de que ainda tem muito a ser feito para melhorar o Brasil, “afinal, foram décadas e décadas sem olhar para o povo brasileiro”. Por isso, ressaltou que seu maior compromisso será com a Educação e a igualdade de oportunidades. “Nascemos diferentes. Mas as oportunidades que cada um tem na vida têm que ser iguais, começando na creche, na pré-escola. Esse fundamento é a base do meu governo e do presidente Lula, e não dos governos tucanos”, afirmou Dilma.

A ampliação do Pronatec, com a abertura de mais 12 milhões de vagas, é uma das ações nesse sentido para o próximo governo. Dilma disse que quer "minimizar, ainda, os efeitos do governo anterior, do PSDB, quando, segundo ela, não foram construídas escolas técnicas federais no Brasil. “Eu e Lula construímos 422. Isso significa um acréscimo de 1.700%. Para dar igualdade de oportunidades temos que oferecer formação e qualificação técnica gratuitos”, defendeu.

Outro setor considerado prioritário para Dilma é o da Segurança Pública. Ela defendeu uma mudança constitucional, para que o Governo Federal divida a responsabilidade com os governos estaduais. “O crime age de forma organizada no Brasil. Temos que integrar todos os Estados no combate ao crime organizado e também as polícias federais e estaduais, com apoio das Forças Armadas”, defendeu.

“Outro fundamento moral do meu governo é o combate sem trégua à corrupção. Porque no meu governo a tolerância com a corrupção é zero”, afirmou Dilma. A presidente defendeu, ainda, a Reforma Política, que será outra importante arma contra a corrupção.
O comício reuniu, além de petistas, lideranças que já declararam seu apoio à candidatura de Dilma à Presidência da República, como membros do PSB, PMDB e PC do B.
Ricardo Coutinho agradeceu a Dilma por ter escolhido a Paraíba para começar sua campanha no segundo turno e garantiu que estará engajado no projeto de reeleição da presidenta. Ele disse ainda que a aliança construída com o PT e com o PMDB deve ser duradoura. 
Mais cedo, ainda durante a manhã, o vice-presidente Michel Temer também esteve em João Pessoa, onde participou de evento na sede estadual do PMDB. Ele destacou que alianças no segundo turno representam uma “convergência de interesses” entre os partidos. 
Após campanha na Paraíba, a presidente continuará pelo Nordeste. Nesta quinta-feira (9), ela participa, durante a manhã, de um encontro com prefeitos em Salvador-BA, onde também fará caminhada no Largo de Roma/Igreja do Bonfim. Em seguida, durante a tarde, parte para compromissos nos estados de Sergipe e Alagoas, respectivamente.

CONFIRA MAIS FOTOS ABAIXO:





 

About Alexandre Almeida

0 comentar:

Postar um comentário

obrigado e comente sempre

Tecnologia do Blogger.